Revitalização de praças em bairros de São Luís trazem bem-estar à população

vida e bem-estar à moradores. A iniciativa tem proporcionado cultura, práticas de esporte, lazer, sociabilidade e arte. Essas características tem despertado o sentimento de pertencimento e estimulado a convivência comunitária.

18/03/2022

Reformas de praças em bairros de São Luís promovem qualidade de vida e bem-estar à moradores. A iniciativa tem proporcionado cultura, práticas de esporte, lazer, sociabilidade e arte. Essas características tem despertado o sentimento de pertencimento e estimulado a convivência comunitária. Entre essas reformas pode-se destacar a arte urbana, em especial a contribuição do grafitti nas paredes de praças. Esse elemento expressivo, acaba por contribuir com o desenvolvimento integral da comunidade.

O artista plástico e arquiteto, Cristovão Brandão, já realizou trabalhos em paredes de duas praças na capital e destacou a potencialidade do graffiti para o despertar do sentimento de pertencimento e apropriação positiva do espaço em comunidades.

“É gratificante tá lançar o meu trabalho, mas o fato de saber que as pessoas tem acesso a minha arte e entender o que uma parede pode representar e o que artista pode fazer através de uma lata de tinta, isso, pra mim, é o que torna meu trabalho ainda mais relevante”, frisou.

Moradores dos bairros Vila Palmeira e Monte Castelo revelam o sentimento de pertencimento e a importância desses espaços de convivência.

Gilmar, morador há mais de 30 do bairro da vila palmeira diz que ter um espaço de lazer faz diferença na vida das pessoas. “Nós olhamos no rosto das pessoas a felicidade de estar aqui. Hoje os moradores levam seus filhos para passear na praça com alegria”, afirmou o aposentado.

A autônoma, Samara, compartilha do mesmo sentimento do Gilmar. “Esse local estava completamente abandonado e agora está nos proporcionando bem-estar e lazer. Algo que não sentíamos antes.” disse

Morador do bairro Monte Castelo, o estudante, Jairo Ferreira, revela que a reforma na praça Antônio Vieira chama atenção até de quem não mora na região. “Esse espaço a um tempo atrás estava abandonado e esquecido. hoje, encontramos um lugar que dá orgulho feito para acolher pessoas”, revelou.

Um meio efetivo de construção de vínculos, sentidos, identidades e de perspectiva de novos horizontes revela a importância de preservar esses espaços de convivência e despertar na população a importância de sua conservação na medida em que a usufruem.