Governo do Estado incentiva pesquisa sobre o Centro Histórico de São Luís

Secretário Rubens Júnior e diretor presidente da Fapema, André Santos, celebram acordo para pesquisas sobre o Centro Histórico (Foto: Jasf Andrade)

Na manhã desta quinta-feira (6), a Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico do Maranhão (Fapema) assinaram um Acordo de Cooperação Técnica vinculado ao programa Nosso Centro. A parceria vai viabilizar a sistematização da produção acadêmica sobre o centro da capital maranhense.

O secretário das Cidades, Rubens Pereira Júnior, destaca que a parceria vai democratizar e deixar menos burocrático o acesso a informações sobre o Centro Histórico de São Luís, além de acelerar o processo de valorização do Centro. “A parceria com a Fapema visa fazer um levantamento completo de tudo que já foi produzido pela comunidade cientifica maranhense sobre o Centro Histórico. Não é só reformar casarões, é dar vida ao Nosso Centro. É preciso conhecer bem a nossa história para entender os rumos do futuro”, afirma Rubens Jr.

A parceria tem por objetivo apoiar pesquisas cientificas e propor estratégias para o desenvolvimento e efetivação de políticas públicas para o Centro Histórico de São Luís a fim de preservar o seu valor histórico e cultural.

As pesquisas serão desenvolvidas abrangendo os cinco pólos de atuação do Programa Nosso Centro, sendo eles: Polo Habitacional, Tecnológico, Cultural, Turístico e de Lazer, Comercial e Gastronômico e o Polo Institucional.

O diretor presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), André Santos, ressalta que a meta da Fapema é lançar edital, até o final de março, para que pesquisadores apresentem os trabalhos já finalizados sobre o Centro Histórico de São Luís, para que sejam disponibilizados na plataforma Buriti, no site da Fapema, para acesso aberto a toda a sociedade. 

“Faremos um chamamento público para que os pesquisadores apresentem projetos sobre o Nosso Centro, independentemente de terem sido financiados pela Fapema”, afirmou André Santos. “Numa etapa seguinte, iremos incentivar e apoiar a realização de pesquisas sobre o Centro Histórico de São Luís”, prosseguiu.  

Representantes da Fapema e do programa Nosso Centro acompanharam a assinatura do acordo de cooperação técnica (Foto: Jasf Andrade)

Os trabalhos dessa segunda fase irão abranger pesquisas sobre os âmbitos habitacional, tecnológico, cultural, turístico, lazer, comercial, gastronômico e institucional. “O governado Flávio Dino criou o programa Nosso Centro para valorizar e revitalizar ainda mais o Centro Histórico de São Luís”, assinalou o secretário Rubens Jr. “E a Fapema passa a ser uma das mais importantes parceiras do programa, ao viabilizar, com celeridade, a democratização dessa produção acadêmica para que toda a sociedade possa conhecer a nossa história e futuro do Centro Histórico e de nossa cidade”, concluiu.

Do ato de assinatura do acordo, participaram, ainda, Eva Pedroza, coordenadora do setor de Convênios da Fapema; o assessor especial da Secid, Yata Aderson; e o coordenador do Comitê Gestor do Programa Nosso Centro, José Antonio Viana.

Nosso Centro

O programa Nosso Centro foi criado pelo Governo do Maranhão, no ano passado, por meio da Secid com o objetivo de tornar o Centro Histórico de São Luís referência em renovação e desenvolvimento sustentável. Busca preservar o valor histórico e cultural e promover o centro da cidade como espaço democrático.

Buriti

Buriti é uma plataforma digital (www.fapema/br/buriti) que disponibiliza o acesso aberto às pesquisas fomentadas pela Fapema de forma rápida e eficiente. Trata-se de uma forma de consolidar o acesso público a toda produção científica que a instituição financia como teses, dissertações e artigos, de forma gratuita.

Contato

Endereço: Av. Getúlio Vargas, 1908
Monte Castelo,São Luís - MA, CEP: 65030-005
Fone:(98) 3133-1400